Promoções do Dia - SUBMARINO

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

CADEIA RESPIRATÓRIA

CADEIA RESPIRATÓRIA


Você viu na Parte1 (Glicólise) e na Parte 2 (Ciclo de Krebs), que eles não produziram muito ATP não. Totalizando esses dois processos foram 10 NADH (2 na Glicólise e 8 no Ciclo de Krebs) , mais 2 FADH2. Pessoal NADH e FADH2, carregam elétrons ricos em energia que vieram na matéria orgânica. É a energia desses elétrons que a Cadeia Respiratória vai usar para produzir muitos ATPs. E onde ocorre? Veja bem a Glicose, ocorre no citosol. O Ciclo de Krebs, ocorre no interior da mitocôndria, na matriz Mitocôndrial, e a Cadeia Respiratória ocorre na Membrana Interna da Mitocondria, a membrana interna que é cheia de curvas, essas curvas da membrana interna são chamdas de cristais Mitocondrias é ai nessas cristas que ocorre a Cadeia Respiratória.

Vamos começar a analisar.

Do lado de cima, a membrana externa da Mitocôndria , do lado de baixo a Membrana interna do Mitocôndria. Veja que a membrana interna da Mitocôndria tem várias
proteinas. Quatro delas estão desenhadas ai, Observando a quarta (que parece uma bola pendurada) é uma enzima chamada em ATP Sintaxe (PT) e ATP Synthase (In), bem mas como é que funciona, todos os NADH que foram produzidos pelas Glicólise e Pelo Ciclo de Krebs, foram conduzidos para a Cadeia Respiratória, na Cadeia os NADH, vão liberar os seus elétrons ricos em energia. Esses elétrons ricos em energias que foram liberados pelo NADH, serão atraídos pelo O2, observe que ao lado da terceira proteína tem uma molécula de O2, o papel do O2 na cadeia respiratória é atrair esses elétrons até ele, é ele que move esses elétrons. Então os elétrons vão passando de uma proteína para a outra até chegar o O2, na famosíssima Cadeia transportadora de elétrons, acontece que eles não são elétrons quaisquer são elétrons ricos em energia, que foram extraídos da matéria orgânica. Então três dessa proteínas da cadeia transportadora de elétrons vão usar a energia desses elétrons, para bomber prótons H+ para o espaço entre a membrana externa e membrana interna. Entenda o NADH liberou o seu elétron rico em energia esses elétrons vão passar atraídos pelo O2 por uma série e proteínas, 3 dessas proteínas vão usar energia desses elétrons para bombear prontóns H+ para o espaço entre a membrana externa e a membrana interna, bom quando os elétrons se encontrarem com o O2, vai se juntar 2H2 + O2, vai se forma água. Você já se perguntou porque você precisa o O2 para sobreviver, quando você pega o Oxigênio do Ar e joga no seu pulmão, do pulmão cai no sangue, do sangue leva para todas as células e esse oxiênio vai ser usado na cadeia respiratória, você precisa do O2 para sobreviver porque é ele que vai atrair os elétrons na Cadeia Respiratória. No final
esse O2 que está absorvendo agora nesse exato momento vai formar água.

ANALISE GERAL

Então entenda o que acontece o NADH, libera elétrons energizados, o oxigênio atrai o elétron ele passa por uma série de proteínas, 3 delas vão usar a energia desse elétrons, vão bombear H+, para o espaço entre a membrana externa e membrana interna. Mas você pode está perguntado, para que bombear H+. Veja bem o lado de dentro da membrana da Mitocôntria, é carregado negativamente. Essas cargas negativas do lado interno da membrana interna da mitocôndria acabam puxano esse H+ de volta para o interior da Mitocondria, e eles realmente voltam, só que esse H+ volta para o interior da mitocôndria passando por dentro da Enzima ATP Synthase, quando passa o elétrom pela ATP Synthase, ela literalmente gira e quando ela "gira" ela une um ADP, a um fosfato, gerando um ATP, ou seja, a passagem do H+ pela ATP Synthase faz a ATP Synthase girar e produzir ATP (...)

Observando o FADH2, ele carrega elétrons com menos energia do que o NAD. Então os Elétrons do FADH2 só vão bombear 2H+, portanto cada FADH2 só produzirá 2 ATPs.

Cada elétron do NADH bombea 3 H+ . Cada NADH vai produzir 3 ATPs...

10 x 3 = 30 ATPs (NADH) => Cadeia Respiratória (NADH, adquirido pela Gliólise e Ciclo de Krebs)
2 x 2 = 4 ATPs (FADH) => (FADH, adquirido no Ciclo de Krebs)
2 ATPs ( Ciclo de Krebs)
2 ATPs (Glicólise)

Total 38 ATPs, isso apartir de uma glicose.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Seguidores